YES, nós temos PLUS SIZE na capa da ESPN!

Olá, hoje quem está escrevendo no blog é o Luís Felipe, marido da Thais Bazílio, e irei falar sobre a nova capa da ESPN Body Issue, que traz o defensor da NFL Vince Wilfork, do Houston Texas, como esportista principal!

Algum problema com meu corpo?

Eu sempre fui gordo desde pequeno, mas meus pais sempre me incentivaram a fazer esportes. Aos 2 anos já estava na natação, aonde consegui várias medalhas. Além disso, joguei futebol, tênis, basquete, vôlei, tênis de mesa, lutei judô e, mais tarde, ainda investi um tempo no Muay Thai, foras as inúmeras caminhadas e horas na academia, mesmo sendo gordo! Tinha dificuldades? Inúmeras, mas sempre tentei me superar e posso dizer que não devo nada a muitos magros no quesito DEDICAÇÃO!

Mas porque tocar nesse assunto?

Sempre ouvimos dizer que gordo é preguiçoso, que come demais e não se cuida, que é isso e aquilo, que fica em casa o tempo todo, não se relaciona, não tem qualidade de vida… CHEGA! As pessoas leem muito o livro pela capa e não é bem assim! Prova disso é o Wilfork na capa da ESPN Body Issue, renomada revista que tira fotos de corpos perfeitos dos atletas PELADOS! Já foram capa da revista a tenista multi campeã Venus Williams, a ex-campeã do UFC Ronda Rousey e o maior recordista em medalhas nas Olimpíadas, Michael Phelps!

ESPN Body Issue com 3 lendas do esporte!

Para quem não conhece Wilfork, ele é considerado um dos melhores defensores da NFL em atividade e foi DUAS VEZES campeão do SUPER BOWL pelos Patriots, mais conhecido como “Time do marido da Gisele Bundchen”. O nosso querido Wilfork pesa 147kgs, distribuídos em 1,88m de altura. Um verdadeiro PLUS SIZE! Tá bom? Calma que tem mais.

A capa com Vince Wilfork.

A capa com Vince Wilfork.

A própria ESPN fez uma reportagem ano passado falando de um jogador de beisebol chamado Ben Ancheff, que com 136 kg em 1,88m de altura (E eles frisam: com um IMC de obesidade grau 2!!!) tem médias superiores de CORRIDA (você não está lendo errado!) para os padrões da MLB! Fora esses casos, temos diversos outros exemplos, como o próprio Ronaldo que, depois da Copa de 2002, começou a engordar e mesmo assim era diferenciado, o Walter do Atlético-PR que faz muitos gols todo ano, lutadores de boxe, sumô e UFC, como o Roy “Big” Nelson, que é faixa preta de BJJ com Renzo Gracie e ex -campeão peso pesado de IFL e colecionador de nocautes!

Vai encarar?

Vai encarar?

Então, não aceitem esse papinho de que “Ah, gordo não pode, gordo é lento, gordo é preguiçoso!” Gordo é igual a todos e muitas vezes superiores, sempre respeitando os seus próprios limites e o próximo! Como sempre digo, nós podemos tudo, basta cair de cabeça e acreditar… VAMOS NOS PERMITIR?

fat

Obrigado pessoal e até a próxima!

Please follow and like us: